29.5.17

Vestibulendo: Iracema - José de Alencar


Resenha:
Iracema é filha de Araquém, Pajé da tribo dos Tabajaras e, por guardar o segredo de Jurema, ela é consideravelmente importante para a tribo. Sendo portadora desse segredo, Iracema precisa se manter virgem, pois reza a lenda que caso ela se corrompa, a índia mais linda da tribo irá falecer.
Um dia, quando a garota estava passeando pelas suas terras, ela se depara com um homem branco é diferente do que ela já havia visto e, por causa de um mal entendido e um ferimento nesse estrangeiro de nome Martin, Iracema se propõe a ajudá-lo o levando até a cabana de seu pai.
Passados alguns dias, o chefe guerreiro da tribo acusa Martin de corromper a virgem Iracema e, visto que outras desconfianças já estavam surgindo, o povo Tabajara se vira contra o cristão. Todavia, em meio a guerras contra a tribo dos Pitiguaras, focar só no estrangeiro fica difícil e é aí que o esperado e temido por todos acontece.
Quando a primavera chega e um evento dos Tabajaras acontece, Martin e Iracema conseguem fugir para a tribo dos Pitiguaras com a ajuda do chefe  guerreiro deles e amigo de longa data de Martin, o Poti. Com tantas aventuras, esse casal fora dos padrões consegue se firmar em um lugar onde se sentem plenos e felizes.
Por fim, depois de muito choro, lutas e sofrimento, uma criança nasce e com ele um novo mundo, um mundo que hoje conhecemos como Ceará, o lugar onde "o rio crescia o coqueiro, e os campos onde serpejeia o rio".

Opinião:
Embora o livro tenha uma linguagem bem naturalista, em momento algum me senti confusa por ler termos indígenas, mas isso se deve a edição que comprei, pois ela possui explicação para todas as palavras desconhecidas.
O romance Iracema é alvo de muitas críticas e por mais que o livro seja curto, pude ter uma noção bem clara de como cada personagem se expressa e é, de fato.
Posso afirmar que foi muito interessante conhecer a lenda de como surgiu o Ceará e como eram, supostamente, os índios que colonizaram o país em que hoje moramos.
Eu comprei minha edição por um preço extremamente barato e o que eu mais gostei, além da história, foram as perguntas retiradas de vestibulares para respondermos no fim do livro.

Frases:
"O sono é o descanso do guerreiro e o sonho a alegria d'alma."
"A viagem acalenta a saudade, porque a alma dorme enquanto o corpo se move."
"O vento não leva a areia da várzea, quando a areia bebe a água da chuva."
"O guerreiro sem amigo é como a árvore solitária no meio do campo que o vento embalança: o fruto dela nunca amadura."

Autor: José de Alencar.
Páginas: 128.
Compre online: SaraivaSubmarino.

Peço desculpas por tanto tempo sem postar, é que quanto mais o tempo passa, mais perto dos vestibulares eu fico e a correria aumenta...
Eu realmente recomendo que todos vocês leiam, principalmente quem se interessa por história ou lendas. E para quem irá prestar vestibular, recomendo que comprem a versão exposta nas fotos, pois ela irá ajudar ainda mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

*Seja educado(a) e respeite a todos.
Deixe sua opinião, ela será sempre bem vinda, assim como você ❥