20.4.17

Tag: Doenças Literárias

Resultado de imagem para lisa e livros tumblr
Sempre que eu encontro alguma tag legal e criativa, respondo e a trago para cá. O post de hoje não é diferente. Navegando por blogs literários, encontrei a tag Doenças Literárias, que consiste em: para cada doença, devo citar um livro de acordo com o que se pede. Ou seja, simples e rápido.
Alguns dos livros que irei citar, possuem resenha aqui no blog. Portanto, caso você queira saber sobre a história ou ver minha opinião concreta sobre o livro, basta clicar no título dele.

Diabetes: Um livro muito doce.
Faça amor, não faça jogo - Ique Carvalho.
O livro possui poemas, poesias e frases lindíssimas, sem falar na diagramação que é perfeita. Entretanto, temos que admitir que doses muito grandes de amor e coração partido, podem nos enjoar. Por isso, Faça amor, não faça jogo, entra nesse quesito. A fofura é tão grande, que algumas vezes tive que dar um tempo na leitura do livro para poder voltar ao mundo real.

Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida.
O Teorema Katherine - John Green.
A primeira vez que eu li esse livro, fiquei semanas com ele na minha cabeceira. Afinal, eu não entendia quase nada do que o livro falava, principalmente quando aqueles termos matemáticos surgiam. Veja bem, eu era nova e a leitura é, sim, meio complexa (principalmente para quem não entende quase nada de matemática). Então, eu tenho certo trauma quando penso na época em que o li e, provavelmente, não o lerei de novo.

Influenza A: Um livro contagioso.
Os 13 porquês - Jay Asher.
Eu não poderia responder essa tag sem citar esse livro maravilhoso e que está sendo muito comentado, graças a série feita pela Netflix. Recomendo que leiam, mas que esperem essa maré de contaminação passar. Afinal, além de ele estar esgotado na maioria das livrarias e sites, o preço também não está dos melhores graças ao enorme sucesso do seriado.
Resultado de imagem para 13 porquês livro tumblr
(foto/reprodução blog Meninices da Vida)

Insônia: Um livro que você virou a noite lendo.
Minha Vida Fora de Série 3 - Paula Pimenta.
Eu passei tanto tempo esperando esse livro ser lançado que quando ele chegou, passei o tempo que pude o lendo. Quem já leu sabe que é quase impossível você parar de ler a história da Priscila!
Sem falar que durante anos fui fã da Paula Pimenta, chegando a acompanhar até alguns lançamentos. Então, virei a noite lendo para poder suprir minha ansiedade e ler toda a história novamente.

Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra.
Ninguém como você - Lauren Strasnick.
Eu lembro de ler esse livro, mas quando paro para tentar relembrar a história, não consigo me lembrar e acabo o associando com outra história.
Não vou dizer que a história foi fraca e sem graça, pois eu nem sequer lembro direito. Porém, posso afirmar que foi, de certa forma, clichê. 

Asma: Um livro que te tirou o fôlego.
Esse foi outro livro que eu virei a noite lendo. Aliás, passei o tempo que pude o lendo. Meu Coração e Outros Buracos Negros fala sobre uma história magnífica e tocante, capaz de tirar o fôlego de qualquer pessoa que o lesse.
Recomendo de coração que quando obtiverem oportunidade, vocês possam ler e se apaixonar pela história, assim como aconteceu comigo.

Doença de Viagem: Um livro que te lembre/você relacione com uma viagem.
Lembro que eu estava indo de ônibus para a cidade vizinha a minha (acredite, pode ser considerada uma viagem), quando um caminhão deu um encontrão no ônibus e eu nem sequer percebi o auê que deu entre os passageiros e o motorista. Só percebi quando olhei para trás e vi que tínhamos que ir para outro ônibus.
Basicamente, eu estava tão ficada na história, que nem percebi que não poderia mais continuar meu trajeto no ônibus que eu estava.

Má Nutrição: Um livro que você esqueceu-se de comer para ler.
A Elite - Kiera Cass.

Para mim, A Elite é o melhor livro da saga A Seleção da Kiera Casa, pois ele trata de outros assuntos, fora o romance principal e os dramas do casal e, isso me apreendeu de um jeito que me fez esquecer que eu deveria me alimentar para sobreviver e continuar a leitura. Embora, eu só quisesse continuar lendo, para poder saber o que aconteceria no final.
Imagem relacionada
(foto/reprodução blog Serendipity)
Como sempre, não irei indicar ninguém, quem quiser fazer a tag, sinta-se à vontade para respondê-la. Só  peço que não esqueça de me avisar para eu poder ver as suas respostas também e poder visitar o seu blog, basta deixar um comentário me alertando!
Com certeza voltarei a responder mais tags, eu havia me esquecido o quanto é divertido pensar e relembrar todos os livros que li, os associando a algo... 
Espero que tenham gostado da tag Doenças Literárias(nome um pouco pesado, né?) e que tenham realmente aproveitado e desfrutado do post. 

4 comentários:

  1. Oie Thais, tudo bom?
    Sempre pego boas indicações dessas tags, e agora anotei aqui o livro que te tirou o folego, bem do jeito que eu gosto.
    Beijos,
    Paixão Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas, Kéziah! Adoro tags justamente por isso.
      Que bom que gostou <3

      Excluir
  2. Oi Thais,

    Adorei a tag rsrs.
    O Teorema Katherine foi meio complicado mesmo. Um livro que li e não pretendo reler novamente.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ^^
      Não é? Acho que vou até fazer algo com ele para que eu não veja mais hahah.

      Excluir

*Seja educado(a) e respeite a todos.
Deixe sua opinião, ela será sempre bem vinda, assim como você ❥