7.5.15

Despencar

Você apareceu e foi tão repentino quando despencar de um penhasco. Foi assim que eu me senti, como se eu estivesse caindo, ficando sem ar, morrendo e, como se só você pudesse me salvar ou ter a loucura suficiente pra despencar junto comigo.
Entrei nesse buraco que se chama paixão e daqui de baixo a única coisa que consigo ver é você, com esses olhos que me levam a crer que roubaram as estrelas pra colocar neles. Tento procurar uma solução pra sair daqui, mas pra que achar? Se eu quero continuar assim e se, se apaixonar é se machucar lenta e gradativamente? Prefiro continuar suportando toda dor pra ter você aí, de certa forma, comigo.
Se a solução for te esquecer, prefiro continuar aqui, na escuridão. Se respirar significa não lutar, vou permanecer sem ar. Porque eu iria até o fim do mundo só pra ter você junto a mim, só pra poder ouvir sua voz, sentir sua presença ao meu lado, só pra ter sua respiração junto a minha, porque não há sinfonia melhor que nossas respirações juntas. Não há pessoa melhor para estar ao meu lado do que você. 
Agora, eu iria contra tudo e todos, só pra ter você cuidando de mim e me dizendo que vai dar tudo certo. Agora, eu faria tudo diferente. Mas sinto dizer que tudo depende apenas da sua escolha: me salvar, despencar ou me matar.

4 comentários:

  1. É engraçado como as vezes conhecemos pessoas meio que do nada, e aí o nada vira tudo, e sua vida fica dividida entre antes e depois de conhecer certa pessoa. Eu senti um pouco disso lendo seu texto, o desespero de se sentir confusa, de estar apaixonada, e ao mesmo tempo gostar da sensação, ou da esperança do que ela pode proporcionar. Adorei seu texto! Beijos
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso!! Que bom que você conseguiu compreender e interpretar da forma que eu queria que acontecesse :D
      Muito obrigada!

      Excluir

*Seja educado(a) e respeite a todos.
Deixe sua opinião, ela será sempre bem vinda, assim como você ❥