20.2.15

Confusão ou felicidade

A questão é que eu sou assim, nada vai mudar. E eu não quero que mude. Minha vida só tem graça se for desse jeito, cheia de inconstâncias e incertezas. Não é irônico? A garota que gosta de pessoas decididas e que gosta de planejar, gostar da incerteza? Mas é verdade, às vezes é natural, as vezes é por minha causa e às vezes é por causa das pessoas.
Não gosto de julgar e não gosto de ser julgada, mas quem me julga por ter um coração vulcânico? Muitas vezes gosto do barulho, mas muitas vezes prefiro o silêncio. Quem me julga por ser confusa?
Na realidade, as pessoas precisam ter um coração melhor. Calma, não quero ninguém fazendo transplantes, quero pessoas mais abertas, mais livres, mais felizes. Todo mundo precisa fazer e vivenciar uma cena, todo mundo precisa ver o sol nascer e morrer no fim da tarde, todo mundo precisa amar e ser amado com a mesma intensidade. Nada de tensão e de obrigação, mas de reciprocidade.
Ta confuso? Normal. A vida não é assim? Não adianta planejar, não adianta acreditar, as coisas sempre vão mudar. Experiência própria. Aquele carinha que você gostava, hoje é aquele cara que você abomina, ou aquela garota que você acha enjoada de mais, hoje é a garota que dá razão a sua vida. Meio exagerado, não é? Pois é. Porque na realidade, eu não tenho certeza de nada e, eu gosto assim. Se o mundo fosse acabar ou não amanhã, gostaria de ter uma chance de fazer tudo que eu não fiz e de falar tudo que eu não falei. Talvez eu não mudasse nada, só alguns detalhes, o que poderia ser a cura pro mundo, quer dizer, a cura pro meu mundo. O legal é pensar que nesse meu mundo, alguém vai entrar e gostar. Sempre tem aquela pessoa que se apaixona pelo seu lado mais estranho e mais louco, pra quem tem um, claro. Não vai aparecer depressa, nem com pressa, vai ser de mansinho, bem devagarinho, pra dar tempo de te assustar e te prender de jeito. Ou se for do meu jeito, vai ser rápido e apressado, porque o mundo corre, o mundo é assim, o mundo ou os paulistas. Mas enfim, vou ali correr atrás do que eu quero, vou ali fazer a vida andar ou no meu passo, correr.

A vida é agora, não depois.

2 comentários:

  1. Como eu sempre digo, cada dia que passa é um dia a menos. Temos que aproveitar
    www.iamcamilakellen.blogspot.com
    www.facebook.com/iamcamilakellen

    ResponderExcluir

*Seja educado(a) e respeite a todos.
Deixe sua opinião, ela será sempre bem vinda, assim como você ❥